arte final_logo expo_cores.jpg
MuseuHist¢ricoNacional∏PatKilgore2020
icone som_edited.jpg
00:00 / 03:12
MuseuHist¢ricoNacional∏PatKilgore2020
MuseuHist¢ricoNacional∏PatKilgore2020

DELIRIUM

Dados históricos: canhão 1  - nº SIGA 006920

   O canhão 1 ornamentado com o brasão do rei Luís XIV, o "rei Sol" da França, foi utilizado pelo corsário francês Duguay-Trouin durante a invasão francesa no Rio de Janeiro em 1711. Enviado pelo rei, o corsário fornecido com uma frota de 17 navios, 738 canhões e 6139 homens tinha a intenção de sair da falência, resgatar prisioneiros franceses na cidade e conquistar algum território para a França que estava perdendo a Guerra de Sucessão Espanhola na Europa. 

 

   Após alguns conflitos na costa, o corsário ameaçou destruir os fortes do Rio de Janeiro se um resgate em ouro não fosse pago. O governador da cidade em exercício Francisco de Moraes de Castro concordou em fazê-lo diante da evidente derrota. Duguay-Trouin saiu da cidade com o equivalente a
4 milhões de libras, incluindo um carregamento de escravizados que posteriormente iria vender em Caiena, atual capital da Guiana Francesa.

 

  Nesse período, a exploração de ouro no Brasil fez com que o volume do tráfico negreiro fosse o maior dentre as colônias europeias. Entre 1701 e 1720, desembarcaram nos portos brasileiros cerca de 292 mil africanos escravizados. Se nesse período escravizados eram privados de qualquer dignidade, hoje ainda se vê os resquícios dessa violação desumana. 

 

  No Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2021 pessoas negras e pardas compõe 84,1% das mortes decorrentes de intervenção policial no país. Esse dado demonstra o quanto a "desproporcionalidade racial na letalidade permanece latente".

fragrância: Delirium PBX00014JK

   O delírio na teoria freudiana pode ser um caminho
para a realização de um desejo. Na elaboração do cheiro Delirium não poderíamos deixar de incluir no delírio a sede de poder econômico trazido à história brasileira pelos primeiros colonizadores em busca das riquezas desta terra.

   Creosol. Cheiro fenólico, seco e dominado pelo cravo
que aguça o sabor e o olfato. Ylang-Lang flor alucinante que nos leva à loucura do delírio. Embriagante. No Cistus Labdanum Spain encontramos o doce do mel e o amargo do própolis como agentes estimulantes. O cheiro queima.

 

  A adição do Jasmim nos conduz a mergulhar na obscuridade do delírio com um cheiro forte masculino do couro presente em trajes e utensílios dos colonizadores.