Memorial Armênia
(1995)

"Com a obra de Josely Carvalho o Metrô de São Paulo expande sua atuação no binômio Tecnologia e Arte. Essa intervenção na Estação Armênia, abre espaço para uma manifestação artística de grande significado cultural. A criação de Josely Carvalho sobre um tema tão precioso para a comunidade armênia, fortalece a aproximação com uma grande parte do usuários que utiliza o sistema, principalmente no eixo Norte-Sul. 
A emoção da artista expressa no seu trabalho, através da queima de argila e da composição dos elementos vidro, argila, pedra, água e terra deu significado e harmonia à instalação "Memorial Armênia", criando um formato peculiar a um diálogo que se iniciou há 80 anos a partir da diáspora do povo armênio. [...] 

 

- Companhia do Metropolitano

de São Paulo - Metrô

 

Fotos: Fernando Bagnola