arte final_logo expo_cores.jpg
MuseuHist¢ricoNacional∏PatKilgore2020
icone som_edited.jpg
00:00 / 03:19
MuseuHist¢ricoNacional∏PatKilgore2020
MuseuHist¢ricoNacional∏PatKilgore2020

ILUSÃO

Dados históricos: canhão 37 nº SIGA  015884

  O canhão 37 de bronze de boca achatada foi o primeiro fundido pelo Arsenal de Guerra da Corte, na antiga Fundição da Ponta de Areia, em Niterói. É apelidado carinhosamente de “Garoto” devido ao formato de sua boca que se assemelha ao confeito “pastilha garoto”, produzido pela fábrica de chocolates “Garoto” em Vila Velha, Espírito Santo.

  O corpo da peça tem um formato aproximadamente retangular com ângulos adoçados. As molduras dos reforços são lisas, sem decorações. Não se sabe ao certo a função proposta deste canhão, mas certamente nunca participou de uma batalha. Na criação do Museu Histórico Nacional, foi trazido para incorporar o acervo.

  Dentro da História, muitas informações são incertas e provindas de interpretações de documentos deixados por aqueles que passaram. A necessidade de valorizar e

registrar a cultura que vivemos se tange na razão de nos reconhecermos como seres históricos produtores de conhecimento. O apagamento e a invisibilização de povos

e culturas promove a perda de futuras interpretações sobre as numerosas facetas do mundo que vivemos.

.
 

Fragrância: Ilusão LAGO0685/00
 

Ilusão, do latim illudere, brincar, zombar de. A ilusão é um embuste que parece divertir-se com nossos sentidos, um cheiro inquietante, com notas terrosas, amadeiradas e salgadas. Barro sujo, cheiro licoroso, álcool, excessos
de baunilha.

 

Ilusão. Um chipre floral de gerânio. Musgo de carvalho, notas ambares e sândalo aveludado. Intensos toques de patchouli e tuberosa aproximam este cheiro da terra, enquanto notas de civete o deixam intenso.