Ânforas
(2016-2017)

 Abrigos, vasilhas, ninhos esculturais como contêineres e dispersores de cheiro. É a reconstrução dos cacos
de vidro por meio do vidro soprado. 

 

Cada Ânfora é um recipiente para um cheiro e integram as exposições: 
 

Suspensio, tempo interrompido,
Olfactory Art Keller, New York, 2021.

 Diário de Cheiros: Anoxia
Harvestworks, Governors Island, Nova York, 2019

 Diário de Cheiros: Affectio
Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, 2019

 

Diários de Cheiro: Teto de Vidro 
MAC-USP, São Paulo, 2018.

Fotos: Allan Weiner, Pat Kilgore,
João Caldas e Alex Trippe.