Vidros de Cheiro
(2011)

Instalação. 
Frascos de perfume, projeção do video Diário de Campo e gaveta de arquivo.


Durante sua residência a artista disponibilizou 300 frascos vazíos de perfume aos moradores da cidade de Viana com a proposta deles colocarem nos frascos uma representação visual de uma memória olfativa.

Exposta na Galeria de Arte Casarão,
Viana, Espirito Santo, Brasil.

Foto: Tom Boechat

Vidros de Cheiro é resultado da residência artística "Mas que arte cabe numa cidade?"
realizada pela artista na cidade de Viana, Espírito Santo, Brasil. As instalações  

URU-KU: as disciplinas esquecidas, 
Vidros de Cheiro e Livros dos Cheiros compuseram esse projeto.