Desencantando Salmu
(2007)

Para esta instalação, projetada especialmente para este espaço, a artista utilizou imagens de tabletes cuneiformes de argila produzidas na antiga Mesopotâmia, atual Iraque. Muitos desses foram roubados do Museu do Iraque e saqueados de diversos parques arqueológicos em consequência da invasão americana.
As imagens utilizadas pela artista foram cedidas pelo então diretor do projeto de arqueologia da UCLA (Universidade da Califórnia) - Robert  Englund. 
Transformadas em fotolito-gravuras, impressas na Wildwood Press em St. Louis, Missouri, EUA:
Desencantando SalmuSalmu, Incantations.


O som foi desenvolvido em colaboração com Paul Geluso, e projetado para quatro canais e hidrofone para som de baixo d'água.


Exibida no Octógono da Pinacoteca do Estado de São Paulo.
Curadoria: Ivo Mesquita


Tamanho: 1448cm x 1448cm x 1625cm de altura (tamanho do Octógono)

 

Foto: Guga Melgar

Desencantando Salmu faz parte da
pesquisa/série Livro das Telhas que é
composta pelas instalações:

Codex (Dos Sem Teto) (1997)Casas de Cartón (2001-2002), Multiplicação das Telhas (2005), Entretelhas (2007).

e pelo webwork Book of Roofs (2000)

 

As instalações Tracajá e as gravuras são  adjacências da série/ pesquisa Livro das Telhas,